quarta-feira, 7 de agosto de 2013

[Opinião +D] Bem Governar

Os políticos do bipartido PS/PSD que rotativamente nos vão governando (graças aos abstencionismo crónico de muitos de nós) ainda não perceberam que para Bem Governar há que governar de forma Exemplar. E que nos assuntos da Despesa Pública, nenhuma despesa não essencial pode substituir quando se reduzem subsídios de desemprego ou abonos de família.

Não se compreende assim porque é que um governo obcecado no "corte da despesa intermédia" e que tem que cortar 4,7 mil milhões de euros até 2014 ainda não inventariou a frota automóvel do Estado por forma a reduzi-la de forma sensível. Não se compreende porque é não se listaram todas as numerosas "licenças sem vencimento" no Estado ou as ainda mais escandalosas acumulações de funções (e vencimentos) em funcionários superiores do Estado. Não se compreende porque ainda não se fecharam os numerosos "observatórios" que pululam um pouco por todo o lado e que desviam verbas do Estado a caminho dos bolsos de algumas mediáticas (e ex-políticas) figuras... não se compreende porque não se reduziram ainda os gastos com telefones e comunicações ou as rendas dos numerosos edifícios alugados pelo Estado enquanto numerosos outros (um pouco por todo o país) permanecem abandonados e a degradarem-se ano após ano, esperando compradores que nunca irão surgir neste contexto de estagnação do mercado imobiliário.

Não se compreende porque é que o bipartido não percebeu que não pode exigir sacrifícios sem fim aos cidadãos se ainda não foi capaz de dar ele mesmo o Exemplo da contenção.




Rui Martins (membro da Coordenação Nacional do +D)

Os textos de opinião aqui publicados, se bem que da autoria de membros dos órgãos do +D, traduzem somente as posições pessoais de quem os assina.

Sem comentários:

Publicar um comentário